A importância de se reinventar em relacionamentos longos

Hey gente bonita!

Não sei se todos que acompanham o blog sabem, mas nós temos "apenas" quase 9 anos de relacionamento (já sabemos, já passou a hora de casar. haha). E mesmo que nossa "modalidade" seja "à distância" (o que faz com que muitas pessoas achem que a rotina nunca  chega nestes casos), chega uma hora que, se você não fica atento, as coisas acabam começando a tender para o lado ruim da estabilidade.

Quem nunca ouviu de alguém "ah, bom era no início do relacionamento", ou "el@ era super romântico até a gente casar" de pessoas mais velhas, ou então até mesmo de amigos que tenham tanto tempo de relacionamento como nós temos? Eu mesma já ouvi isso de gente que tem menos da metade do tempo que nós temos - e isso é preocupante.

Não vamos falar que nós nunca passamos por isso, porque seria mentira e hipocrisia. Em determinados momentos a sensação do "el@ já está conquistado", mesmo que inconscientemente bate, e aí todos aqueles gestos lindos e românticos de outrora acabam ficando perdidos, mas não por descaso.

É difícil definir com precisão o que leva a "pseudo-morte" do romantismo e das surpresas na relação. Excesso de brigas? Rotinas atribuladas? O pensamento de que o outro vai entender que "no seu aniversário tinha o problema X, na Páscoa o Y, no Natal o Z, no nosso aniversário de casamento o Z ainda existia" e que por isso nunca nada novo foi feito? A falsa crença de que o outro já está plenamente conquistado e que então ele não precisa mais de todos aqueles gestos de romance. Que é infantilidade. Ou simplesmente não se atentar para este detalhe mais. Várias dessas em conjunto ou nenhuma delas.

Se você está lendo esse texto é porque ou você percebeu que não faz mais determinadas coisas, ou então porque sente falta que o outro faça. Então ótimo, você já está um passo adiantado. O conselho que daríamos a vocês? Reinventem o relacionamento de vocês, mas mais importante do que isso, se reinventem.

Se você não mudar sua forma de ver as coisas, ou de reencontrar as coisas que você se encantava antes, provavelmente serão formas paliativas de recomeços. Você irá fazer uma, duas, três vezes e irá desistir, fazendo com que tudo volte a ser como era antes.

Se reinventar não é fácil, nós sabemos. envolve quebrar cristalizações que foram se solidificando com o tempo. Envolve ser um pouco como você era no passado, mas sem abandonar a pessoa que é hoje. Confuso, não? Nem um pouco se você pensar bem.

Há uma pessoa no seu passado que arrancava o olhar de admiração por você d@ se@ companheir@. Que lhe dava um abraço apertado a cada surpresa. Que explodia de felicidade com os bilhetes deixados no lado da cama. E esta pessoa permanece dentro de você, provavelmente limitada por alguns motivos que só você pode compreender. Baseado neste pensamento, de resgate, você conseguirá efetivamente se reinventar, se tornando uma pessoa melhor para se@ parceir@.

Nós aos poucos entendemos isso e vamos aplicando. E é curioso como uma coisa acaba levando a outra e se torna uma rede de "mimos" entre o casal. Um exemplo nosso:

Eu, Lu, estive com o Paulo nesta última semana. E quando estava para ir embora, deixei um bilhete no teclado do notebook dele, algo que há um bom tempo não fazia. Mais tarde, voltando pra casa, recebi um texto super fofo no Facebook feito por ele, algo que também há um tempinho ele não fazia. É aquela, "gentileza gera gentileza" e romantismo acaba levando a romantismo.
O bilhete e o texto de resposta


Se você sente falta disso no seu parceiro, é uma boa oportunidade para conversar com ele. Não use o tom acusatório. Sente, fale sobre suas expectativas, sobre o que sente falta, sobre coisas que aconteciam e não acontecem mais. Lembrem-se do que falamos no nosso post anterior: comunicação é fundamental, ok?

Vocês passam por este tipo de situação? Deixem o relato nos comentários, vamos trocar ideias e nos ajudarmos!

1 comentários:

  1. q legal! esses dias fiz a mesma coisa, fiz um bilhetinho e coloquei na carteira do marido. Ele me disse q quando viu, foi num momento que estava mto estressado e q até melhorou o dia dele :D

    ResponderExcluir



 
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT 2015