Carta para o ano de 2016



Olá 2016,

Você chega com uma forte expectativa para todos nós. É um consenso para muitas pessoas - acho que todas que eu conheço - de que 2015 foi um ano extremamente difícil para todos nós. Me julgue tola caso isso não tenha nada a ver, você sabe disso melhor do que eu, mas essa regência de Marte no seu antecessor fez com que todos nós saíssemos meio destruídos deste ano.

Mas não se desespere de antemão pela pressão. Nós sabemos que isso é angustiante.

Venha da forma que vier, mas seria hipocrisia se não tivesse algumas coisas que eu esperasse de você.

Eu espero que os dias sejam mais amenos. Que o sol esquente, mas não queime. E que cada gota de chuva traga alívio e não desespero para muitas famílias. Sim, eu sou sortuda demais por não ter que me desesperar cada vez que o céu escurece.

Que as guerras que vierem sejam de travesseiro. Que explosões sejam apenas de risos. Daquele riso que nos contagia e até o mais sisudo e carrancudo dos seres não consegue deixar de dar, nem que seja, um pequeno sorriso ao ouvi-lo.

Que você não seja apenas feito de vitórias. Mas que as derrotas, apesar do seu gosto amargo, não nos venha com gosto de fel, que não nos faça duvidar de nós mesmos ou pensar em desistir.

Pois, meu querido, que você seja um ano forte.

Seu antecessor veio banhado de sangue e de lágrimas. Das grandes tragédias aos fatos corriqueiros do nosso dia-a-dia. Não conheço muitos que não considerem seu irmão mais velho um ano perdido. Você talvez não venha para salvar tudo - é uma carga muito forte para você, eu sei -, mas que pelo menos dê um refresco.

Esse refresco pode ser apenas um dia de chuva libertador. Sabe? Daqueles que nos fazem acreditar naquele filme que sem querer querendo, me trouxe até aqui, neste momento, no meu caminho profissional:

- Deus está na chuva.

Eu espero que você saiba reconfortar. Que nossas dores de batalha sejam amenizadas com pequenos fatos. E, isto não depende de você, mas que nós saibamos reconhecer estes momentos, sabe? O riso de uma criança no metrô, o ronronar de um gato, um abraço apertado, a presença de um amigo do nosso lado, mesmo depois de tudo que nós fizemos por eles e contra eles.

Eu espero que você una, que aperte laços. Mas não de forma a estrangulá-los e arrebentá-los rapidamente. Que eles se estreitem delicadamente, sem sufocar, sem pressa, até que se tornem indivisíveis e eternos - enquanto durem.

Eu espero que seja o melhor ano de nossas vidas até então. E, que, ao entregar o lugar para seu irmão mais novo, que você esteja feliz e orgulhoso de tudo que aconteceu nesses 366 dias. E que você se perdoe se não for perfeito - nenhum ano é.

E feliz 2016! Para você, para mim, para todos nós.

0 comentários:

Postar um comentário



 
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT 2015