Uma carta para a Lu de 2014

Juiz de Fora, 31 de dezembro de 2014

Olá Lu,

Sim, sou eu - ou você, whatever -, vindo do futuro, bem do final de 2015. Eu sei que você está terminando um ano extremamente doloroso e que está depositando suas fichas em um incrível 2015. Você está vindo com uma garra enorme, querendo um revanchismo diante de tudo que aconteceu de frustrante esse ano. Você espera um ano mais tranquilo - mesmo acreditando nas suas superstições de que todo ano com fim múltiplo de 3 traz sérios problemas pra você.

E eu sinto dizer, você estará certa mais uma vez.

Algumas coisas que você esperava mudar não irão mudar. Algumas pessoas irão de novo, deal with it. Você já está acostumada com partidas inesperadas e pessoas que prometeram ficar indo embora. Está calejada e está relutante a deixar pessoas entrarem. Eu não te culpo por isso.

Você irá amar e odiar o que está fazendo muitas vezes. Isso é bom. Servirá para você entender que nem tudo que amamos nos dará exclusivamente prazer. E será nas vitórias após os dias ruins que você irá se sentir bem. A primeira vez que você entrar numa sala de aula será assustador, mas você vai aprender a lidar com a ansiedade.

Ah, a ansiedade. Se você acha que teve muitas crises em 2014, aguarde! Mas você é forte. Você pensou em todas as coisas que estavam em jogo em cada uma delas. E isso te tornará uma pessoa melhor, eu espero. A Lu de 2016 ainda não veio conversar comigo para entender se será assim ou não.

Você irá sofrer. Você irá sentir-se sufocada muitas vezes. Medo será uma constante neste ano. Quando você menos esperar e estiver esperando por um refresco, tomará a maior rasteira de toda a sua vida. Você irá pensar em desistir. Jogar tudo pro alto. Irá se sentir solitária muitas vezes. Se perguntará onde estarão as pessoas que um dia prometeram amizade pra você. Você tentará desabafar muitas vezes, pedir conselhos e será ignorada. Respire. Não caia na depressão por isso de novo. Lembre-se pequena Lu, sua consciência é o melhor guia. Você sabe disso. Tem 11 anos que você sabe bem disso.

Mas no fundo esse fato tão extraordinário irá servir para você refletir sobre muitas coisas. Entre elas para aprender a ter garra e conquistar tudo. Isto está mais para a Lu de 2016 responder, mas você vai conquistar este sonho. Eu tenho certeza disso. Eu vejo isso nos seus olhos quando me olho no espelho. A mesma fé e garra que você está depositando em 2015 se manteve até o fim.

E no fim, você irá ter sempre um colo pra repousar. Eu sei o quanto você sente falta de algumas coisas, de algumas pessoas, mas nunca lhe faltará alguém para lhe abraçar nos dias chuvosos ou naquele dia que você não controlou as lágrimas de um medo absurdo e tremendo - apesar de que você já sabia a resposta, se lembra? Sua intuição nunca falha. Nos altos e baixos você nunca deixará de ter um companheiro.

Não só um companheiro. Vai surgir uma criaturinha especial na sua vida. Que vai segurar sua mão nas lágrimas (e dar uma mordidinha, é verdade). Você vai se sentir única e especial na vida dela. E ela vai fazer as coisas que você tanto admira no seu companheiro (como ficar lá do seu lado, te chamando atenção sem dormir nas madrugadas de trabalho e secar suas lágrimas - com uma língua áspera, é verdade). Você vai sentir um amor tão grande e inabalável que o sentimento de solidão que as vezes aparece irá sumir por alguns instantes. Não, você pode imaginar isto lendo essa carta, mas você ainda não tem ideia da imensidão deste sentimento. É o amor na sua expressão mais simples e incrível.

Eu posso te ver daqui, agora, sentada a mesa com seu amado. A meia noite vai virar. Você e ele estarão comendo o jantar que você preparou com tanto carinho. Vão brindar com Desperados e Frangélico. Em algum momento desta noite você olhará pela sacada do apê emprestado e pensará: que seja doce. Alguns dias, alguns momentos foram sim. Lembre-se dos encontros ao acaso. Lembre-se dos diálogos com ele que te fizeram gargalhar como nunca. Lembre-se da sensação que teve no final da primeira aula, quando conquistou as coisas que gostaria, quando foi elogiada pelo o que fazia. Eles podem ser efêmeros, mas são o que te farão fazer caminhar com essa mesma força que você está neste momento para 2016. E, tal como você hoje, pequena Lu, eu tenho uma fé absoluta e inabalável de que você terá o refresco no momento certo. Talvez a menina de 2016 não venha com boas notícias de todo, tal como eu não estou vindo para você. Mas, no fundo, quem disse que isso não será bom para você? Então brinde, ria, se despeça de 2014 com fé e esperança. Eu dependo da sua força para que 2016 venha com tudo. E obrigada por acreditar, mesmo com os tropeços. Nos encontramos no ano que vem.

PS: Comece a se hidratar desde agora. Você vai chorar muito assistindo "Star Wars: O Despertar da Força". E sim, é perfect.

0 comentários:

Postar um comentário



 
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT 2015