Sobre um fim de semana longe dela

Algumas vezes Carpinejar tenta nos fazer entender sua maneira de ver o mundo e o amor. O amor é um mundo. Um mundo confuso e sinuoso. Às vezes, principalmente o homem procura seu espaço, é agressivo e tende a pensar que está perdendo sua identidade. Já aconteceu comigo. Veja bem, não digo que é errado ter sua identidade, fazer suas próprias coisas e ter um tempo pra si. Creio que cada ser humano PRECISA disso.

O problema é quando você acha que precisa e não é bem assim.

Vou explicar: a Lu foi viajar com os amigos, o que eu acho super saudável. Planejei então sair com meus amigos, não de baladas, até porque não curto isso. Era pra espairecer mesmo. Planejei ver filme e comer pipoca, ir cinema, quem sabe, então. Planejei jogar computador até altas horas. Mas eu estava cansado.. e pior, eu estava perdido. Sempre um cara consciente e tranquilo me peguei pensando, mas essa demora para o sinal do celular voltar? Claro que nada aconteceu. Minutos depois: “será que o carro rodou e bateu?, será que ela morreu? Será que ficarei sozinho?” Pois é, eu SEMPRE critiquei a Lu quando ela ficava nervosa por em me atrasar alguns minutos.

Daí eu retomo a ideia inicial. Você não perdeu sua personalidade.. Ao se juntar com alguém por muito tempo (ou pouco, por que não?) você acaba contraindo um pouco da personalidade daquela pessoa tão especial, tão importante. De um cara sensato, passei a desesperado e louco descontrolado em questão de minutos. Eu NÃO ERA assim, agora sou. Ficar sem ela mesmo que por 2 dias me fez ter MEDO. Medo de ficar sozinho, medo de não poder vê-la. Bobagem, eu sei, só que bate aquele medo. O medo de alguma coisa acontecer, de o carro virar, alguém fazer maldade, de um raio cair. Isso também é amar. É perceber que você também sente MUITA falta, é entender que ao se unirem você pegou partezinha (ZONA) do seu coração e deixou com aquela pessoa e vice versa. Amem, esperem, abracem.... Não é legal ser orgulhoso, ninguém deixa de ser a mesma pessoa, da maneira negativa e sim da positiva, afinal, você é alguém melhor, alguém com um QUÊ a mais, quando está perto DAQUELA PESSOA.

0 comentários:

Postar um comentário



 
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT 2015