As mulheres choram primeiro, os homens choram depois.. e por mais tempo

Homens precisam aprender MUITO. Necessitam transcender os conhecimentos que possuem.
Desculpem companheiros, mas é verdade: a maioria de nós vive de ilusões. Na solteirice azaram mais do que REALMENTE fazem algo. Nos “dias de frio” sentem falta de uma companheira, de um carinho. Não entendam mal, leia-se dias frios não só de clima, mas também naqueles onde nos sentimos perdidos e desanimados. Onde o carinho e a fala mansa, o colo nos faltam. Muitos começam a namorar e ficam se enrabichando por aí. Estou criticando? Jamais, pois vejo e ouço falar de muitas meninas (e meninos) que não valem a pena, que traem, que não ficam do lado.
Por isso fiz um texto falando dos companheiros, os homens. Não querendo comparar amizades femininas e masculinas, pois só vivi um lado (dã) e vou falar sobre o que vi, não só entre meus amigos, mas num geral.
Mas é um fato: homens sempre são sinceros com suas amizades, as brincadeiras são despretensiosas, safadas. “Fala seu gordo”, “e aí, como vai seu viado?”. Daí pra pior. Sempre curti. Lembro-me de muitas vezes em que fizemos uns aos outros passarem vergonha na rua... HAHA.
O ponto é que quando encontramos alguém para namorar, quase sempre gera atrito. Passamos pela parte da “aprovação” (que pode levar anos, acreditem). E se a sua companhia decidiu estar ao teu lado após provações, por menores que sejam, acreditem, é um caso sério a se analisar. Essa pessoa pode mesmo valer a pena. No meu caso e da Lu, passamos por MUITA coisa. Estamos juntos desde novos. Já tive crises mais ou menos do tipo “crise de identidade”. Besteira.
OUÇAM, CARAS, besteira.
Isso não existe. Quando se está junto e DISPOSTO a estar juntos não existe essa palhaçada de identidade. Ela vai ver filmes de explosões e você vai ver filmes CULTS.. E TU VAI GOSTAR. Sente-se sufocado? Converse. A distância, inimiga... No meu caso e da Lu ensinou que tudo tem que conversar, tudo pode se ajeitar. Ela sai (quando dá) com as amigas, afinal, que mal há? Eu sempre fui ao contrário, cara caseiro, PC  e vídeo games. Nas madrugadas a rapaziada fazia competições de comer lasanha e guerra de travesseiros (DESCULPA, TIA CELESTE). Sim, aos 16 anos fazíamos isso. O riso era frouxo, sincero.. farto. Foi uma época feliz.
Hoje, por alguns motivos isso não acontece mais. Quando eu me casar também não. Mas a escolha não foi minha? Nós escolhemos ficar, então desculpem, não podemos reclamar. Não só nós, mas também tenho certeza que ELAS também abdicam MUITO por nós. Deixam de fazer programas, etc etc etc. Homens deveriam pensar muito antes de começar um namoro. Homens deveriam MESMO aprender durante TODOS os momentos. Falo HOMENS e não mulheres, pois esse texto pode ser lido por ELAS, mas é para nós. Vejo rodas de conversa no metrô, em bares, nas ruas. Falam mal de suas companheiras. Não vivo a vida de cada um pra saber.. Mas não acho bacana.
Eu tenho meus problemas com a Lu, as vezes. CONVERSO com amigos sobre eles... Mas no fim, só preciso pensar, “vamos resolver” e faremos de tudo para que isso aconteça. Não tem dessa de “sinto falta dos tempos de...”. Com ela vivo dias incrivelmente felizes. O que foi, passou, aproveitei. Já deu. Cresci, mas não deixei de ser bobo. Posso me divertir com ela, com meus amigos, e com ela e os amigos juntos. Nada vai me impedir.
Usar isso de “me sinto preso”, “estou sufocado”, “preciso me encontrar”... não tá com nada. Homens são ultra carentes, mas ostentam independência enquanto têm alguém do lado. Na hora que o bicho pega, chora sozinho, arrependido. Manda SMS de reconciliação, mal sabendo que a ex já o superou. O cara vai aproveitar a recente solteirice, mas depois.. O tempo vai fechar. A mulher vai ficar no fundo do poço.. e vai se levantar.
Amigos... As mulheres choram primeiro, os homens choram depois, POR MAIS TEMPO.
Falando em tempo, é tempo de amadurecermos. Mô, te faço um desafio. Se você me ganhar em uma luta do STREET FIGHTER em qualquer momento escolhido por você, com o meu boneco sendo o RYU, valendo magias, etc, você escolhe um prêmio qualquer, Grande ou pequeno. Você é minha grandicíssima amiga e não me arrependo em nada de dividir minha vida, minhas coisas, sonhos e planos contigo. Você é meu sonho agora e pro futuro. Gosto de dividir você como: coisas românticas – menininha e coisas ogrinhas – menininho(a). HAHA.

Abraços, noivo marmota.

0 comentários:

Postar um comentário



 
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT 2015