O meu melhor amigo é o meu amor..

Tenho grandes amigos. Tenho sim. Muitos deles são do tipo "eu quero matar você, mas te amo". Dá certo assim. Parece que tenho empatia (ou meu gênio força a este tipo de coisa) por relacionamentos explosivos, do tipo que estão condicionados a grandes intensidades - nada meia boca me agrada.

Tento sempre evitar hierarquizações e medições de "quem é mais amigo"; "mais próximo"; "o melhor confidente". Mas um fato inegável e inquestionável é sobre meu melhor amigo.

Antes de sermos namorados, antes do primeiro olhar, ele já era meu melhor amigo. Me irritou tanto quanto os outros. Me amou, me ouviu e me consolou tanto quanto os outros. Teve a paciência e o carinho de insistir apenas para ouvir meus soluços (e apenas eles) em uma época que não havia Infinity ou Skype e nos restava uma ligação de 3 segundos, comigo fazendo antena com o braço esquerdo enquanto tentava arduamente com o braço direito segurar o celular e fazer a ligação Oi-Claro. 

Quando estávamos brigados e passei no meu primeiro processo seletivo (abençoado que me rendeu os 3 anos mais memoráveis da vida), uma pequena cólera de raiva passou por ele - e pior, não podia falar nada. Não podia estar perto. Mesmo que eu não tivesse pedido ou cobrado, ele queria estar por perto.

Muitas relações acabam terminando por enjoo, por falta de empatia, confiança ou de simplesmente incapacidade de realizar um diálogo. Na verdade, é porque não são (ou até mesmo nunca foram) amigos. Em essência, qualquer relação mais íntima só se constitui quando você pode contar sua alma para esta pessoa.

Não tem sexo que mantenha a chama acesa, não tem viagem de reconciliação, filhos, relacionamento aberto, vida louca, terapia de casal ou qualquer artifício que mantenha uma união que não tenha amizade.

Nas noites em que vier uma febre, quando você acordar no meio da noite com um pesadelo e chorar como uma criança, quando o trabalho te estressar a ponto de te fazer gritar nomes obscenos para seu chefe, quando for preciso respirar fundo e aceitar diversidades, nas comemorações pequenas e nas enormes, quando bater aquele frio na barriga por uma sensação nova, quando o maior dos erros fizer doer seu coração, quando a insegurança bater forte e você não souber o que vai fazer, vai buscar uma mão. As vezes apenas uma mão. Um abraço, um lugar no colo. E se você já fez isso com um amigo, sabe o quanto isto é terapêutico.

... e sabe que até na distância, apenas imaginar aquela mão apertando forte a sua é o suficiente. Mais que o suficiente.

---------
Momento "confissão direta":

Meu amor, amizade é presente. É um presente tão especial, mais do que todos os especiais que você já fez por mim só porque sabe que um desenho tem mais valor do que uma bolsa cara para mim. Presente este que não espera nada em troca. Você não esperava nada em troca naquele momento em que restava apenas o choro, apenas queria estar perto. E nunca mais esqueci este gesto. Nunca esqueci o quanto confessou para mim, algo até mesmo inesperado para relacionamentos. Soube do seu passado e anseios para o futuro. Soube seus medos, seus desejos, e vi você se transformando ao longo dos anos. Vi você perder amigos (literalmente) e fazer novos. Sei da sua lealdade absurda, daquelas que "eu posso falar dele. você não!", e do quanto as coisas "graves" eram menos porque o amor de amigo valia mais. Não sei viver em um mundo em que não possa ter a sua amizade. Porque é preciso muita amizade e muita lealdade para estar juntos, realmente, até a última página.Obrigada por me inspirar na forma como encara o conceito de "amigos". Eu espero que um dia toda pessoa possa enxergar pelo menos um deles da mesma forma como você enxerga todos eles. <3


1 comentários:

  1. Namorar o melhor amigo é a melhor coisa! <3 Parabéns e felicidade a vocês <333

    www.namesmafrequencia.com.br

    ResponderExcluir



 
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT 2015