A (pré) escolha da data.

Olá!

Bom, seguindo a regra de diversos sites que encontramos - e o conselho que dou para futuras noivas que possam vir a seguir nosso site -, a primeira coisa a se decidir quanto ao casamento é a data de casamento.

Concordo com isso pelos seguintes motivos:
1) Dá uma dimensão real do tempo que você tem para organizar tudo.

2) Para casais exigentes quanto a locais, diminui muito a possibilidade de acabar perdendo a igreja (ou o salão).

3) Para os noivos que ainda vão demorar a casar, é o momento de (re)cair a ficha quanto ao tão esperado dia.

4) Te dá oportunidade para, com paciência, escolher o dia perfeito para o casal.

Conversando com o Paulinho, consideramos em primeiro lugar o mês em que queríamos casar. Nossas opções era: setembro, julho ou maio. (Sim, por incrível que pareça, maio, o mês das noivas, por último na ordem de preferência).

Setembro pelo simbolismo da primavera. Julho por ser inverno (e já que, a princípio, o casamento será em Petrópolis, seria um charme total) e por ser o mês do meu aniversário. Maio por ser mês das noivas e o mês em que nos conhecemos.

Porém, maio logo foi descartado por uma questão de logística de organização: é mês das noivas, acontecem vários casamentos e conseguirmos lidar com todos os fornecedores, considerando que nem moramos na cidade onde será o casamento será complexo. Eu pessoalmente tinha uma quedinha por julho (afinal, inverno é minha estação preferida), e fizemos a primeira escolha. O ano: 2015. 2014 ficava muito em cima, além do quê, sinceramente, quem iria num casamento em plena Copa do Mundo no Brasil? Nem eu iria no meu próprio casamento! (Até por conta da minha própria profissão). Abrimos o calendário. 18 de julho pareceu uma data bem atraente.

Quando não é minha surpresa, me falam que 18 de julho, na mitologia egípcia é dia de Isis - eu que nem sou apaixonada com mitologia e muito menos nem sou encantada por essa deusa, nem gostei né? Enfim, para quem não vai abrir o link, Isis é a deusa da maternidade e da fertilidade. Considerada o modelo de esposa ideal, quando seu marido Osíris foi morto por Seth, ela reuniu os pedaços dele e o ressuscitou.

Simbólico, não?
;)

Então, hoje faltam 2 anos, 8 meses e 2 dias. E contando!

0 comentários:

Postar um comentário



 
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT 2015